Perfume, Desodorizante do Perfume ou ambos?


Pensei em dar o título, Perfume ou Desodorizante?, a este post, mas calculei que ficassem assustadas! Na verdade vou aproveitar para vos falar do meu perfume preferido, mas o que é realmente importante falar é do desodorizante do dito.

 Apesar de não ser fácil encontrar um cheirinho que goste de me borrifar, é claro que me vou cruzando com alguns ao longo de várias snifadelas. O Love da Chloé tem a minha cara, assim que o cheirei soube que seria meu durante muito tempo, é muito feminino, floral, delicado e com carisma.

Mas…infelizmente tenho um problema desde pequena…não consigo usar perfume, salvo em ocasiões onde vários factores se juntam de maneira perfeita. Alias, o meu namorado, mãe, etc, estão “proibidos” de usar certos perfumes perto de mim, eu sei, que ditadora! E porquê?

Fico sempre super mal disposta, enjoada, com azia e até com dores de cabeça…parece demasiado dramático mas é verdade, nunca encontrei justificação porque até me acontece com perfumes fracos, ou mesmo com outros cheiros, como incenso, algumas velas perfumadas, cheirinhos de carro, etc. Sou extremamente sensível a cheiros!

Durante vários anos conformei-me à ideia de não conseguir usar perfume nunca na vida, mas foi numa bela visita à Perfumes e Companhia que descobri a solução! Estava a passar pela zona de saldos e avistei o desodorizante do meu perfume, os meus olhos ficaram arregalados e brilhantes e uma ideia apoderou-se de mim. E se começasse a usar o desodorizante do perfume que adoro?
Claro que tinha as minhas dúvidas sobre a eficácia da ideia, podia ficar igualmente mal disposta etc etc, mas não é que isso não aconteceu? Sinto que o desodorizante é muito mais leve, provavelmente pela zona onde é usado o cheiro não se torna tão intenso, desfruto do aroma que tanto gosto mas nada de mal acontece. O leite de corpo, que vêm nas imagens, também é um óptimo substituto, mas não dura tanto tempo.

Ou seja, assim não fico mal disposta, cheiro extra bem e fica mais barato. Isto serve para comprovar o ditado, ‘Há males que vêm por bem’.

Alguma de vocês partilha este bem?

2 comentários

  1. Olha... Não fazia ideia! E isso é uma óptima alternativa. Eu não fico com esses enjoos e má disposição, mas há fragrâncias que me fazem uma alergia imensa. Talvez assim seja mais suave e mais fácil de usar. E, by the way, as fotografias estão uma doçura! *

    ResponderEliminar

Professional Blog Designs by pipdig