Axilas felizes (e cheirosas)!

7.30.2019


The struggle is reaaaal!! Pessoas que transpiram e não cheiram a rosas mas não podem usar desodorizantes de homem porque ficam cheias de alergias e comichões, este post é para vocês! Sempre fui uma pessoa que transpira bastante, nada que chegue a um ponto clínico, mas uma quantidade boa de suor que como sabemos ao final de umas horas não tem o melhor odor. 
Na adolescência resolvia o problema com AXE,  lembram-se deste grande clássico dos desodorizantes masculinos? Eu amava o cheiro a Musk e por isso usei-o durante anos e anos.

Chegou o dia em que as minhas axilas disseram enough is enough, e começaram as comichões do outro mundo, as vermelhidões, irritações, etc. Não posso dizer que fiquei surpreendida, trata-se de um produto super forte que para além dos inimigos sais de alumínio, contém alcool, uma fragrância super intensa e sabe-se lá que mais porcarias. Foi nessa altura que começou a minha procura incessante por um desodorizante sem sais de alumínio que fosse eficaz na questão do odor.

Posso dizer-vos que experimentei todas as marcas (muitas, vá), várias aconselhadas por pessoas que  as usavam com bons resultados mas em mim nicles. Desapareceu a comichão e veio todo um odor nada agradável. Das várias que experimentei lembro-me bem da Vichy (tampa azul roll-on), da Roc (tampa verde roll-on), La Roche Posay (tampa branca em spray), Bioderma , Uriage, e todos os de supermercado como Nívea, Dove, Lycia, etc. NADA funcionou, nada!

Foi numa conversa sobre cheiros com uma amiga minha que fui apresentada à pedra de Alúmen. Indicada para peles sensíveis é completamente natural e evita o desenvolvimento de bactérias que causam o mau cheiro. Trata-se mesmo de uma pedra ou cristal, que passam por baixo da torneira e aplicam húmida nas axilas, depois passam novamente por água, secam com uma toalha e guardam.
A diferença de outros desodorizantes é o não conter químicos, perfume, conservantes e o mais importante o querido cloreto (ou sais) de alumínio.
Confesso que não achei mesmo que fosse fazer efeito mas dei-me lindamente, especialmente no Inverno. Não sinto o cheiro a suor, só mesmo em dias muito trabalhosos e só ao final do dia quando chego a casa e investigo como estou de cheiros. Não causa qualquer comichão, não mancha a roupa e não tem cheiro. Tornou-se o meu aliado para os meses mais frios.

No início do verão comecei a sentir que precisava de algo mais e por coincidência a SVR enviou-me para casa dois produtos novos. A linha chama-se Spirial e contém um desodorizante anti-transpirante em roll-on - sem sais de alumínio - e uma versão semelhante mas em spray com apenas 7% de sais de alumínio, sem álcool e aconselhado para peles sensíveis. O primeiro não foi suficiente para mim mas o segundo tem sido perfeito. Apesar de conter os tais sais não irrita nada a minha pele e mantem-me bem cheirosa nos dias de mais calor. Aconselho toda a gente que tem este problema a experimentar!

Já agora partilhem comigo, já testaram algum destes dois produtos? Qual a vossa preferência quando falamos de desodorizantes?



2 comentários

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Sofia, posso dizer-te que uso um da Sanex em spray que não tem NADA. Não tem sais de alumínio, não tem álcool e não tem parabenos !!! Além de tudo isto, ainda é de pedra de alume E existe também para peles sensíveis. Desde que o encontrei, não uso mais nenhum ☺️

    ResponderEliminar