Charlotte Tilbury


Foi este Natal que realizei o meu sonho de experimentar a marca homónima da famosa Charlotte Tilbury. Uma makeup artist nascida em França e criada no UK, onde trabalha há mais de 20 anos e onde começou por lançar a sua marca em 2013.

A escolha não foi fácil, todos os produtos são preciosos e têm ótimas reviews da maioria das youtubers que costumo seguir. Acabei por me decidir pela Luxury Palette em Vintage Vamp e pelo Matte Revolution Lipstick em Birkin Brown


Luxury Palette, Vintage Vamp 50€/ estive bastante indecisa entre esta e a Dolce Vita, a mais famosa das paletas com tons acastanhados e bronze. Depois de alguma ponderação achei que estes tons mais avermelhados/arroxeados complementavam melhor a minha cor de olhos. 
O packaging é bastante simples e compacto com um toque vintage. No interior não temos os irritantes, e maioritariamente inúteis, pincéis pequeninos mas apenas 4 sombras esplendorosas e um espelho. 
No sentido dos ponteiros do relógio a primeira cor é um rosa frio cheio de brilho e muito pigmentado, segundo a Charlotte (e a descrição na parte de trás da paleta) deve ser usado como primer, em toda a pálpebra - 1 Prime. De seguida o meu tom favorito, um castanho avermelhado com partículas minúsculas de brilho nos mesmos tons. Uma sombra muito cremosa mas não tão pigmentada como a anterior e como as famosas da UD. Deve ser usada como a estrela da paleta, no concavo para destacar todo o look - 2 Enhancer. O terceiro tom é semelhante em textura e pigmentação, a cor também é próxima da anterior mas ligeiramente mais escura e de tom mais roxo do que vermelho. Deve ser usada para esfumar - 3 Smoke. Por fim, a única cor que não sou fã, uma espécie de glitter dourado pouco pigmentado e difícil de aplicar. Talvez usando um pincel molhado o resultado seja melhor. Deve ser usada com o look praticamente terminado no centro da pálpebra servindo de cereja no topo do bolo - 4 Pop.


Matte Revolution Lipstick em Birkin Brown 30€/ demorei eternidades a escolher o tom que queria... no final fiquei bastante satisfeita com a cor mas um nadinha desiludida com a fórmula. Optei pela coleção mate pois ainda estou à procura da fórmula perfeita deste tipo de batons. 
O Birkin Brown é um castanho chocolate rico e bem quente, uma cor única, que ainda não encontrei noutro batom. A textura é bastante aveludada contudo a aplicação não é uniforme... apesar de pigmentada, a cor não saí totalmente homogénea e é preciso passar algumas vezes nos lábios para o resultado perfeito (que por vezes nem chega a acontecer pois o batom acumula-se em demasia em determinadas zonas e fica mal aplicado noutras). Não sei se é um problema deste tom, pois só oiço falar maravilhas destes Matte Revolution, se sou eu que não me dou a 100%. Apesar de tudo não voltada atrás, o meu amor por esta cor é demasiado grande! 

Agora adorava experimentar os Blushes, o Lip Cheat em PillowTalk (que a Amelia Liana não para de falar) e o fantástico conjunto de iluminador e bronzer, Filmstar Bronze & Glow

Vocês já conheciam a marca? Gostavam de ver um look a usar estes babies?!

9 comentários

  1. Lindos!!! Adoro o quad :)
    Eu tenho o Pillowtalk e é lindo, é suuuper matte e segura bem todas as cores xx

    ResponderEliminar
  2. Adoro! Queria muito um batom da coleção mate e o duo de iluminador + bronzer. Estou à espera dos portes gratuitos do Net-à-Porter para finalmente ter o batom nas minhas mãos :)

    ResponderEliminar
  3. Esse quarteto de sombras é qualquer coisa. :)

    ResponderEliminar
  4. Essa era taaaanto a cor de batom que queria! Fico tão furiosa por os portes serem tão caros! A paletta também é linda! Juro que não passa deste ano juntar a CT à minha colecção!

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tou contigo Marta, vai ser este ano! Aproveita a sugestão da Ana Filipa Rodrigues e está atenta aos portes gratuitos da Net-a-Porter =D *

      Eliminar
  5. Eu tenho dois dos mate revolutions e dois do KISSING e adoro todos. Tenho o bitch perfect, perfeito para os dias de sol, tenho o penelope pink (um dos meus batons preferidos), o Very Victoria e o Bond girl. Em nehum desses encontro o problema de homogeneidade que falaste. Aconselho vivamente!
    Patrícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia, ainda bem que comentaste!! A sério que desconfio que é apenas o meu batom por algum motivo bizarro... agora tenho mais certezas! Vou comprar mais, adoro todas as cores*

      Eliminar

Professional Blog Designs by pipdig