How to Hygge!

Apesar do Hygge estar super na moda foi de uma forma muito descontraída que cheguei até ele. A minha BFF mudou-se para Copenhaga há cerca de 6 anos e o meu BFF juntou-se a ela há mais de dois.
Foi por isso que neste meu aniversário se uniram para me oferecer um pouco da magia da vida escandinava e dos seus segredos para a felicidade. O Hygge não podia ficar de fora e muito menos as velas que dão aquele ambiente cozy a qualquer casa.
O livro escolhido foi o How to Hygge, da Chef Norueguesa Signe Johansen, e as velas da Skandinavisk, uma marca criada por duas americanas a viverem entre Estocolmo e Copenhaga que se apaixonaram por toda a cultura nórdica.
Tenho a Hygge, que mistura os aromas aconchegantes de uma tarde a cozinhar, como o cheiro a chá e bolos, pétalas de rosa e menta, e a Koto (casa) com aroma a jasmim e baunilha. Para além de serem perfeitas em termos de packaging, design mais nórdico impossível, cheiram maravilhosamente bem e o aroma espalha-se por toda a casa.
Mas afinal o que é o Hygge que toda a gente fala? Estou muito longe de ser uma perita no assunto, até porque ainda estou no início deste livro. Contudo, de tudo aquilo que já fui lendo e das conversas que tive com amigos o Hygge para mim é viver o momento, desfrutando das pequenas coisas que nos dão prazer, fazendo o bem a nós próprios e aos outros.
Consigo perceber perfeitamente o porquê desta prática ter nascido nos países nórdicos. Tendo em conta que a tradução mais à letra (não existe uma palavra equivalente em português) é uma espécie de aconchego, penso que houve a necessidade de desenvolver uma forma mais plena de viver para combater a potencial tristeza dos dias curtos, escuros e muito frios.
Mas o Hygge, que se pronuncia huga, não é tanto para ser falado mas para ser sentido. Como disse está ligado aos pequenos prazer da vida e por isso aos 5 sentidos. 
O conforto do interior de uma casa e de uma manta num dia frio, o prazer de um chá bem quente, o som da chuva a cair na rua ou da lareira a crepitar, o ambiente calmo e aconchegante de velas espalhadas pela casa, um cheiro que nos lembra cozinhados da nossa mãe ou outra memória bonita de infância. Estão a perceber a ideia!
Uma espécie de união entre os prazeres típicos de uma cultura e a prática do mindfullness (um tema que me interessa muito e que já falei aqui).
O livro está dividido em várias secções e contém uma grande parte dedicada à cozinha Hygge, espero testar algumas receitas e partilhá-las convosco. Até lá vou praticando este estilo de vida!

For the happiest nations on earth, joy is found in life's small moments.


2 comentários

  1. Adoro o conceito, sou totalmente fã e estou ansiosa para ler o livro que infelizmente ainda não tive oportunidade :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se és uma apaixonada pelo conceito e estilo de vida vais adorar =)

      Eliminar

Professional Blog Designs by pipdig