Happy New Year!


Escrever sobre o ano de 2017 é tricky. Por um lado só me apetece amaldiçoá-lo com todas as minhas forças, por outro, ‘life isn’t suposed to be easy’, e a atitude de ‘eu não merecia isto’ não nos leva a lado nenhum, pelo contrário, só nos coloca numa bola de self pity . E já a minha mãe dizia, quem tem penas são as galinhas!

No fundo foi no decorrer do ano que aprendi verdadeiramente o que isso significa e tive de tomar a minha decisão. Lutar ou resignar-me.
A escolha é totalmente minha e será para sempre e isso pode ser libertador e cruel ao mesmo tempo.
Ninguém nos ensinou a sermos adultos e todas as escolhas e liberdades que isso tráz. Podemo-nos entreter a cuidar dos outros, a criar o nosso mundo de aparências perfeitas, mas no final do dia restamos nós próprios, como seres individuais, e aprendi que essa é a relação mais importante e a que quero construir com mais amor e tolerância.

E para isso é preciso sair da zona de conforto, é preciso não dar atenção aquela vozinha negativa na nossa cabeça, é preciso viver o aqui e agora, é preciso gostarmos e acreditarmos em nós próprios. E apesar de ser algo que já vimos e ouvimos milhares de vezes é sem dúvida uma das coisas mais difíceis de fazer mas também mais recompensadoras.

Por isso não faço promessas para 2018 mas não deixo de ter aspirações e desejos. Vou descobrindo o que me faz bem e sem dúvida que o blog está no topo da minha lista. A partilha diária de conteúdo e a interação com as minhas leitoras, por aqui, pelo instagram e pelo youtube, é algo que me preenche e que quero continuar a trabalhar todos os dias.


Para continuar esta viagem preciso totalmente de uma agenda, é algo que me ajuda a organizar o dia e manter tudo under control, para além disso é um objecto de desejo super bonito. Este ano optei por esta da Charuca à venda na Pop the Bubble e já tem todo o plano para a semana!

Let’s do this 2018!


Sem comentários

Enviar um comentário

Professional Blog Designs by pipdig